14.12.15

A voz de Carine Nunes

Há alguém que não goste de música? Seja pop, rock, sertanejo, instrumental, reggae, algum estilo faz o seu gosto. Ela é tão importante que é capaz de marcar grandes cenas do cinema, como "Singin' in the Rain" em Dançando na Chuva e “Moon River” em Bonequinha de Luxo.

Em Guarapuava, a cantora e professora de artes, Carine Nunes, lançou a música Tudo Bem. Os primeiro passos de um grande sonho já estão em andamento. Desde criança já tinha essa paixão, tendo o seu primeiro contato aos sete anos dentro da igreja. “Quando criança eu sempre cantei e com 14 anos comecei a estudar teoria e técnica musical com as professoras Eliane e Sonia da Unicentro”, comenta. Esse era o princípio de uma carreira, o timbre que vem escrito no início de toda partitura, nesse caso, a da sua vida.

Carine Nunes já trabalha na produção do seu CD solo


A guarapuavana, que busca harmonia entre sua carreira e as aulas de violão e artes, comenta que possui vários projetos anotados e que Tudo Bem surgiu assim. “Eu tenho várias coisas escritas. Gostei dessa frase, gostei desse som, anoto tudo. Tudo que escrevo tem influências de vivências e a minha música fala de algo que te desequilibrou agora, mas que tudo vai passar, vai ficar tudo bem”.

Sua técnica com o violão surpreende qualquer pessoa quando revela que está há apenas três anos se dedicando ao instrumento, o que foi um grande auxilio para o seu trabalho musical, pois não precisa depender de uma outra pessoa.

Quando questionada sobre seus ídolos, Carine demonstra uma admiração por Ana Carolina e Maria Gadú, a qual admira seus arranjos e releituras de algumas músicas de outros cantores.

“Eu não tenho bem um ídolo, vou muito pela música. A sua mensagem, o seu jeito, a forma que foi construída”

A menina que está apenas no começo, continua seguindo em frente dando ritmo aos seus sonhos. “Meu maior sonho é ter meu trabalho musical concretizado e que eu consiga transmitir algo bom para as pessoas, que elas sintam-se contagiadas”, finaliza. 
Confira a música Tudo Bem:


Texto: André Justus


3.12.15

Tudo Que Aprendemos Juntos estreia hoje nos cinemas



O filme baseado na história verídica da criação da Orquestra Sinfônica do Heliópolis possui trilhas sonoras marcantes



Mas, até agora, o que chamou mais atenção nas redes sociais foi o clipe dos créditos finais do filme. Rimas inéditas do cantor Sabotage fluíram em perfeita harmonia com arranjos feitos pela Orquestra Sinfônica do Heliópolis, para a música Respeito É Lei. 

Imagens de Sabotage, junto com cenas do filme protagonizado por Lázaro Ramos e com a primeira participação no cinema do rapper Criolo, formam o vídeo do tão esperado filme que foi dirigido por Sérgio Machado, e terá sua estreia dia três de dezembro nos cinemas.


Rap e música clássica caminharão juntos no longa-metragem sobre a orquestra da maior favela da São Paulo, artistas como Z'África Brasil, Mano Brown e Emicida compõe a trilha sonora junto com Sabotage.





confira o vídeo:






Boom drag surge no Paraná

Drag Queens são performáticos que se travestem com um intuito artístico de entretenimento. O termo drag surgiu no início da história do teatro, onde homens representavam a figura feminina, “dressed as a girl”, já que as próprias eram impedidas de se apresentarem nos palcos. A cultura começou a tornar-se popular durante os anos 1980 e 1990, no momento em que a cultura gay começou a crescer.
Em 2009, a televisão americana lançou o reality show Rupaul’s Drag Race, apresentado por RuPaul, onde a mesma procura uma sucessora ao título de “america’s next drag superstar”. O programa trouxe uma valorização que estava escondida para as artistas, conquistando uma diversidade grande de fãs, principalmente, no Brasil. “Comecei a assistir no netflix e acabei viciando. Já vi as sete temporadas, virei fã”, admite o estudante de publicidade Mateus Pontarolo.
Já o Paraná que sempre foi uma caixa de talentos para muitos artistas novos, não é diferente nesse cenário. NeonQueen está entrando agora nesse mundo, sua primeira montagem foi em fevereiro. Seu estilo busca referências em Lady Gaga e, assim como a famosa cantora, quebra padrões, gêneros e conceitos, o importante para ela é ser você mesmo. “Não sou feminina, gosto de ser a estranha do rolê. Drag é ser você independente do que os outros pensam. É colocar você e seu personagem para fora”, lembra.
NeonQueen (peruca colorida) em uma casa noturna
Foto: Arquivo Pessoal

Já Amber Wirga fez sua primeira montagem em 2009, mas, profissionalmente, está há 13 meses nos palcos. Segundo ela, o seu nome é a mistura de um fóssil com um fenômeno meteorológico. “Brinco ao dizer que, assim como o âmbar (fóssil), a minha personagem será aquilo que você quiser, a cereja do bolo, a pessoa mais magnífica. E o sobrenome Wirga vem de virga, conhecida como Chuva Invisível. É um tipo de precipitação que cai de uma nuvem, mas evapora-se antes de atingir o solo. Assim como a minha drag, ela não precisa tocar o solo para ser notada”, comenta.
Amber Wirga conta que suas referências são as mulheres de sua vida
Foto: Arquivo Pessoal
A artista já abriu shows de ícones drag internacionais como Sharon Needles e Latrice Royale, ambas participantes do reality americano. Todos podem ser descritos como uma mistura de purpurina, paetês e cílios postiços. "Hoje estou na fase em que o drag me mostra que tenho sim um papel como ser humano, independente do fato das bandeiras e reflexões acerca de gênero, é importante você ter a noção de que está mexendo e passando inúmeras emoções ao público”, finaliza.
Eu sou a drag que encontra alguém na rua e pergunta sobre como tudo está. Não tenho apenas admiradores, eu tenho colegas e amigos” – explica Amber
Segundo ela, a arte drag foi uma forma de sair de uma depressão profunda, transformando suas habilidades em quem ela realmente queria ser. Além disso, Amber participou do último videoclipe da cantora curitibana Mc Mayara. Confira o vídeo:


Texto: André Justus


25.11.15

A arte de desenhar e sonhar

Quando criança adoramos desenhar. No início, os desenhos são rabiscos e com os anos vão ganhando formatos e histórias começam a ser contadas através das cores, lápis, pincel e giz. Com o guarapuavano Laertes Júnior não foi diferente. O menino que antigamente sonhava em ser paleontólogo para trabalhar com dinossauros hoje é desenhista e acadêmico de Moda da Unicesumar. Adora criar coisas desde pequeno, o que torna-se fácil quando a sua infância é repleta de aventuras inspiradoras. “Eu sempre pude criar meus brinquedos na marcenaria dos meus avós, além disso, eles moravam em um lugar maravilhoso, com árvores para subir e um imenso campo para correr”, revela. Em 2008, da necessidade de um caderno de desenho para a escola, Laertes encontrou a sua paixão.

Como o antropologo Hertz Wendel costuma dizer, em tempos de iconofagia, produzir um selfie significa tornar-se imagem. Mas Laertes deixou de lado essa ideia da redes sociais para chegar até grandes artistas com os seus desenhos, torná-los imagens. O artista dá vida a rostos, corpos e imagens, onde já conseguiu chamar a atenção de Gisele Bündchen, Kylie Minogue, Dita Von Teese, Winnie Harlow, Carol Trentini, Bea Akerlund, Isis Val Verde e Sabrine Sato. Muitos compartilham, dão likes e, de alguma forma, entram em contato com as belas obras.

 

Em setembro, durante a turnê mundial, a cantora Madonna surpreendeu seus fãs apresentando, durante canção “Who’s That Girl”, várias homenagens artísticas que já recebeu, entre elas o desenho do guarapuavano. “Foi realmente a sensação mais incrível que já senti, não sabia se chorava ou se dava risada, foi a maior surpresa. Horas depois meus amigos começaram a me mandar imagens que mostravam o desenho com clareza, toda vez que vejo me emociono, não parece real”, comenta.


Quando perguntado sobre o futuro, o artista diz que pretende terminar a faculdade e buscar algo fora do Brasil. “Acho que é o desejo de todo estudante de Moda, vivenciar algo em outro lugar, outros costumes, culturas diferentes”. Assim como toda caminhada, Laertes está apenas no começo. Pretende construir e aproveitar toda essa aventura aos poucos, afinal, nas palavras do mesmo “o futuro é uma surpresa”. E, nessa imensidão de surpresas, acredita que não há limites para sonhar, como na famosa frase “a felicidade do homem está sempre a um passo do que ele conquista”.
"Não esperava que um dia eu fosse reconhecido pelos meus desenhos. É muito gratificante ter esse carinho das pessoas, sobre uma coisa que é feita pelas suas mãos”

E de um reconhecimento a outro, Laertes revela que seu maior sonho é inspirar as pessoas através do seu trabalho. “Que meus desenhos ou o que eu estiver fazendo inspire elas de alguma forma e que isso perdure pelo tempo. Há muitos talentos pelo mundo, mas a maioria é oprimida todos os dias, algumas vezes pela sociedade, outras por padrões impostos ou, até mesmo, pela família. Quero contribuir para que as pessoas vivam mais felizes”. No final, Laertes é um sonhador que não sonha sozinho, mas sonha com e por todos.

Confira outros desenhos do artista aqui.

Texto: André Justus
Foto: Arquivo Pessoal Laertes

19.11.15

Guarapuava é a única cidade do paraná com feriado no Dia da Consciência Negra

pintura de Antônio Parreiras - Zumbi 


Nesta sexta-feira, (20), será celebrado o Dia da Consciência Negra, mas apenas Guarapuava terá o dia marcado com um feriado.

Há mais de 30 anos a data é comorada por ativistas do movimento negro, a data foi incluída em 2003 no calendário escolar nacional. Contudo, somente a Lei 12.519 de 2011 instituiu oficialmente o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra.

Em todo o Brasil, mais de mil cidades comemoram a data com feriado municipal. O dia 20 de novembro faz referência à morte de Zumbi dos Palmares, o último líder do maior quilombo do período colonial, e o nosso município possui o feriado desde o ano de 2009


Universidades como a UTFPR estão com uma programação atrativa para a semana da Consciência Negra, os interessados podem comparecer: 


23.10.15

Food Park Guarapuava


Se existe algo na vida melhor que comer bem, eu desconheço. Então, se você é do mesmo time que nós, redatores do Gorpa, vai ter uma certa simpatia com o evento que vai acontecer sábado (24) e domingo (25) no Parque do Lago.

O Food Park Guarapuava vai reunir food trucks, food bikes, chefs de cozinha e restaurantes locais, tudo isso para você aproveitar em um ambiente ao ar livre e animado por djs da Disconnect.

“Percebemos que já há um movimento de apropriação de espaços públicos como eventos em parques, com isso nossa expectativa é que haja uma adesão das pessoas da cidade, para eventos com propostas diferentes, como uma feira a céu aberto. Apoio de diversas empresas locais, de oficinais do LAB e a presença de ações de marcas nacionais como a H2OH! nos dá uma segurança que existe espaço e interesse por esse tipo de movimento”, conta Renata Nizer, organizadora do evento.

Além das atrações gastronômicas o evento também vai contar com a participação do LAB (Laboratório de Ideias da Prefeitura de Guarapuava), que irá promover oficinas gratuitas de fotografia, arduíno e de bonsai.  E para quem gosta de ouvir uma boa contacão de história poderá participar do projeto O Vem Ler Guarapuava, uma Kombi itinerante que leva leitura e contação de história para crianças.


Parceiros gastronômicos confirmados

Empório Dom Henrique (hamburgers especiais)
Pizza Rock
Restaurante Casa Vecchia (presente com comida mexicana e food bike de doces)
Docinho do Céu (Food Bike de doces)
Cacá Billek (Bolachas artesanais)
Lop’s – Cooking on Wheels – (Food Truck)_
H2Oh! (Bebida oficial oferecendo com drinks especiais)

O EVENTO
Dia: Sábado 24 de outubro a partir das 17h
e Domingo 25 de outubro a partir das 11h
Local: Cabana Coworking / parque do Lago
Guarapuava-PR
Para confirmar sua presença é só acessar aqui: 


Texto: Amanda Bastos Maciel 




20.10.15

Guarapuava segue com programação especial para Outubro Rosa


O mês de outubro está sendo marcado pelas campanhas de prevenção ao câncer de mama

Em Guarapuava, diversas campanhas já foram realizadas, e para dar continuidade a programação do outubro rosa será realizado no Terminal da Fonte testes de glicemia e colesterol, assim como a aferição de pressão arterial. Os interessados poderão realizar os testes das 9 às 17h, até o dia 23.

A Secretaria de Saúde também vai promover a Caminhada Outubro Rosa, que terá a largada na Praça Cleve às 9h, sexta-feira. No sábado (24), acontecerá o Dia D da campanha “Sua saúde está em suas mãos”, onde as Unidades Básicas de Saúde estarão coletando exames preventivos de câncer de colo uterino e solicitações de mamografias. “Eventos como esses são importantes para as mulheres dedicarem um tempo a si próprias. Como o câncer de mama é o de maior prevalência nas mulheres, muitas acabam descobrindo quando ele já está desenvolvido, mas se elas descobrem o câncer no começo o tratamento é muito mais simples e rápido”, alerta a estudante de enfermagem, Janaina.

E para encerrar a programação da semana, será realizada domingo (25), às 7h30, pelo grupo Divas do Asfalto, a I Corrida e Caminhada de Combate ao Câncer, com saída na Lagoa das Lágrimas. “Eu pretendo participar da corrida, sempre faço minhas caminhadas no Parque do Lado, e acho  importante participar desses eventos  dedicados às mulheres”, diz a dona de casa, Maria Fernandes.   

As inscrições para a I Corrida e Caminhada de Combate ao Câncer podem ser feitas até dia 22 na Secretaria de Esportes, que fica no Ginásio Municipal Joaquim Prestes; na loja Lado a Lado Modas, que fica na rua Marechal Floriano Peixoto, 1471, Centro. O valor é 1 kg de alimento.


Programação

Dias: 19 a 23 (segunda a sexta-feira)
Atividade: Orientações, teste de saúde e panfletagem
Local: Terminal da Fonte
Horário: 8 às 17h

Dia: 23 (sexta-feira)
Atividade: Caminhada Outubro Rosa
Local: saída da Praça Cleve
Horário: 9h

Dia: 24 (sábado)
Atividade: Dia D Outubro Rosa, com coleta de exame preventivo de câncer de colo uterino e solicitação de mamografias
Local: Todas as UBS
Horário: 8 às 17h
Dia: 25 (domingo)

Atividade: I Corrida e Caminhada de Combate ao Câncer
Local: Lagoa das Lágrimas

Horários: largada da corrida às 7h30, e da caminhada às 8h


Texto: Amanda Bastos Maciel
Foto: reprodução internet

16.10.15

Guarapuavano é reconhecido através do Prêmio Bom Exemplo 2015

Projeto que leva a música para alunos de escolas municipais de Guapuava é premiado em segundo lugar

Zaque em uma das escolas participantes do projeto

Mais de 500 trabalhos foram inscritos no Prêmio Bom Exemplo 2015, e nesta terça-feira (13) os vencedores do concurso, realizado pela RPC, em parceria com a Fundação Dom Cabral, foram revelados.  

Entre eles estava o guarapuavano Ezaquias Ferreira de Freitas, o Zaque, que alcançou o segundo lugar na categoria Educação com o projeto Homem de Lata, realizado em 10 escolas municipais de Guarapuava. “O projeto funciona nas escolas através do contra turno e o objetivo é formar músicos percussionistas, contribuir para a redução do índice de marginalidade e formar cidadãos conscientes com seu papel sócio artístico”, ressalta Zaque.

Os instrumentos são feitos com objetos recicláveis, como galões de plástico e latas de metal, e tudo é feito em parceria com a Secretaria de Educação de Guarapuava. ‘’Quando as crianças estão envolvidas pela música no ambiente escolar, a disciplina e a concentração aumentam. As crianças aprendem a ouvir, sua capacidade psicomotora se expande e assim elas relacionam a escola com atividades prazerosas”, afirma a orientadora educacional da Escola Municipal Hildegard Burjan, Adalgiza Bonavigo Pollyak.

Além dos alunos se divertirem, também adquirem conhecimento através do projeto. “Jamais imaginaria que poderia sair som de uma lata, a ideia que o Zaque teve foi muito legal”, conta o aluno Rodrigo de Paula.


Segundo Zaque sua função nesse projeto e levar um pouco de consciência social e artística para os pequenos, fazer com que eles não enxerguem esse material como lixo, mas sim como arte. "Ser reconhecido entre tantos trabalhos é uma emoção muito grande. Dá um ânimo maior para continuar trabalhando e fazendo o que eu gosto. O prêmio é ver nosso trabalho sendo valorizado", finaliza.





Texto: Amanda Bastos Maciel
Foto: Reprodução RPC 


21.9.15

34ª Semana Literária Sesc Paraná já possui programação


O evento, que terá o tema Poesia na cidade, cidade na poesia, está marcado para acontecer entre o dia 28 de setembro e 02 de outubro, em Guarapuava.

SESC Guarapuava divulga programação da Semana Literária 2015


Poetas como Bruna Beber, Bárbara Lia, Chacal, Claufe Rodrigues, Elisa Lucinda, Geraldo Carneiro, Nicolas Behr, e a própria Alice Ruiz homenagearão o autor Manoel de Barros com reflexões, beleza e dedicação aos temas propostos.

A contemporaneidade também estará garantida com a presença de João Paulo Cuenca, autor brasileiro cuja obra está sendo destacada e gerando fascínio atualmente no exterior.

Para você amante da boa poesia aqui vai a programação do dia 28/09 (segunda) – 14h, mas  para saber o tema dos outros dias do evento fiquem ligados na página do facebook do nosso blog.

Espetáculo de contação de história
Maria Gralha e Zé Pinhão em busca do peixe de sete cores

Apresentação: Equipe da Casa da Cultura

Local: Salão Social / Capacidade de público 150 pessoas

Público: Infantil e Infantojuvenil


figurinos elaborados em conjunto.





Por: Amanda Bastos Maciel

17.8.15

Por falta de incentivo, time de Rugby feminino de Guarapuava é desativado


Uso de recursos próprios, falta de estrutura e pouco incentivo foram alguns dos fatores para o Lobas Rugby Feminino perder forças


Há dois anos Guarapuava teve seu primeiro time de Rugby feminino. Algo inovador estava na cidade e a dedicação das meninas fez com que, em apenas um ano e meio de treinos, subissem ao pódio para receber a premiação de terceiro lugar no campeonato paranaense, algo considerado inédito.

Mas o bom resultado dentro de campo e a força de vontade não foram o suficiente para o grupo continuar. Uma das fundadoras do time, Tauana Oliveira, diz que as meninas começaram a desanimar e o time perdeu integrantes. “O grupo foi desativado há pouco tempo. Uma pena, pois o rugby é apaixonante, mas sem apoio, sem incentivo, aguentando machismos, críticas, falta de verba, sem um grupo maior, sem um trabalho de iniciação esportiva, nenhum esporte segue em frente. Como uma equipe amadora precisamos de estrutura, no mínimo”, relata.

Conseguir atletas também é uma dificuldade que o time encontra, muitas meninas ainda não veem o esporte como algo sério. “O Rugby é um esporte coletivo, então precisamos de atletas que estejam dispostas a participar de um grupo, pois na hora da competição o time funciona como um todo e duas ou três meninas não fazem com que o esporte aconteça”, ressalta a atleta, Maria Luiza.


Ainda há esperanças de que o time volte, mas para isso é preciso mais holofotes virados ao esporte guarapuavano e patrocinadores dispostos a colaborarem com o time. 


Texto: Amanda Bastos Maciel
Foto: Alberto Dybas

13.8.15

Comics Zone

Gosta de quadrinhos? Que tal participar de um vento direcionado somente a isso?

Se você ficou interessado, basta fazer sua inscrição no Comics Zone e ficar por dentro do mundo dos HQs. O evento vai acontecer na Cabana Coworking, no dia 15 de agosto.
Na primeira edição do Comics Zone as duas principais questões abordadas serão roteiro e ilustração.  “Espero reunir três coisas nesse evento: amantes de HQs, troca de experiências com profissionais e promover a paixão pelos quadrinhos que, afinal de contas, movimentou essa iniciativa toda”, afirma o palestrante e ilustrador, João Ovitzke.
O roteiristas brasileiro Gian Danton, além de lançar seu novo livro intitulado Como escrever quadrinhos, será responsável por ministrar a palestra sobre roteiro para HQs e João abordará a questão das ilustrações, mercado editorial e também irá mostrar na prática algumas dicas sobre desenhos e colorização. 
Todos podem participar, desenhistas, pesquisadores, escritores, leitores, simpatizantes. Basta se inscrever aqui: http://www.eventick.com.br/historiaemquadrinhos


Texto: Amanda Bastos Maciel

24.7.15

Existe coisa melhor que roupas baratinhas, livros interessantes, discos relíquias e uma boa comida?





Se você gostou da ideia de reunir tudo isso em um evento, é só chegar amanhã, 25, às 13 horas na rua Azevedo Portugal, 1362 , em um sobrado próximo à praça da prefeitura, no centro de Gorpa.

A Feirinha de Garagem conta com uma parceria entre profissionais de diversas áreas. “A ideia surgiu entre uma conversa com a minha namorada Tatiane e o Tatuador e chef de cozinha Tales Pacheco. A ideia é misturar nossas ações, coisas que curtimos e com as quais trabalhamos, no meu caso, com discos e livros”, conta um dos organizadores do evento, Mackey.

A Karine Pacheco vai te esperar com tortinhas de chocolate com morango, tortinhas de limão e  de cappuccino, todas por um precinho camarada de 4 reais. Já o Gato Preto levará uma variedade de vinis e livros, tanto novos como usados. E por fim, você pode escolher seu look do dia ao passar na barraquinha da Irisdelfane e finalizar sua tarde de sábado comendo um creme de batata com vinho chardonnay e açafrão da terra, feito pelo Chef Tales Pacheco.

Anota aí na tua programação de amanhã e bora participar desse evento super bacana.


Texto: Amanda Bastos Maciel



21.7.15

Cerejeiras são tema do I Concurso Cultural de Fotografia

Registro feito no Parque do Lago pela fotógrafa Kallyandra Ágatha


As cerejeiras já começaram a colorir tanto o Parque do Lago, quanto a Praça da Ucrânia e o Parque das Crianças. Devemos o tom rosado nesses lugares públicos graças ao evento, realizado ano passado, “Guarapuava, cidade das cerejeiras”. A ação fez o plantio de diversas mudas nos respectivos locais. 


Agora o projeto realizará o primeiro concurso Cultural fotográfico. Os interessados devem mandar um email para a organização do concurso, até o dia 31 de julho, com as fotografias da florada das cerejeiras deste ano anexadas, e as informações pessoais do autor da foto, como nome completo e telefone.

Serão selecionadas as 30 melhores fotografias, divididas em duas categorias: amador e profissional. Originalidade, criatividade, qualidade técnica e abordagem do tema, estes são os critérios para a seleção das fotos.

As fotografias escolhidas serão expostas na “1ª Exposição Guarapuava, a cidade das cerejeiras”. Realizada em setembro, no Centro de Artes Iracema Trinco Ribeiro, na Rua Marechal Floriano Peixoto, 1399, Centro.


Email para envio do material: cidadedascerejeiras@gmail.com



Texto: Amanda Bastos Maciel
Foto: Kallyandra Ágatha

4.7.15

Cerejeiras em Festa acontecerá neste domingo



Convide toda a família e amigos para passar uma tarde divertida no Parque 
   


A segunda edição do evento Cerejeiras em Festa está marcada para este domingo (05) às 14 horas no Parque do Lago e promete muita diversão aos guarapuavano que participarem.

   A regra do evento é: Se divertir. Por isso leve seus pratos favoritos para montar um lindo piquenique. Coloque em sua lista uma caixinha de lápis de cor, pois diversas gravuras serão distribuídas para serem coloridas e premiadas no final do encontro.

   Uma novidade será o concurso onde o participante deve acertar quantas flores possui um vaso com galhos de cerejeiras. Tudo isso embalado ao som do Coral Municipal e lançamento do videoclipe de Carine Nunes.

   Então corre deixar tudo pronto e marcar presença!







Texto: Amanda Bastos Maciel
Foto: Mauro Biazi

30.6.15

Cabana Coworking - uma nova forma de pensar o ambiente de trabalho



Você é moderno? Passa longe do convencional? Gosta de novidades? Então a matéria de hoje é para você. Surgiu em Guarapuava uma nova forma de pensar o ambiente de trabalho: Cabana Coworking. Renata Nizer Ribeiro, criadora do ambiente, define a Cabana como um local onde todo mundo pode trabalhar, o objetivo é oferecer estrutura como móveis, internet, segurança, cozinha, sala de reuniões e uma infinidade de opções para todos os tipos de profissionais que buscam trabalhar em um lugar inspirador e fora dos padrões do tradicional home office.


G.C: Como ela foi criada ?

Renata Nizer: Sempre que precisava viajar a trabalho, e também no período que morei em São Paulo, precisava de um escritório para trabalhar. Sou publicitária e meu trabalho era representando a agência i9, que tem sede fixa em Guarapuava, em outras cidades. Eu não me adaptei a uma rotina de home office e como estava sozinha não compensava montar uma estrutura toda só para eu trabalhar. Foi então que conheci o coworking e me apaixonei por essa forma de trabalho. Bastava eu chegar com meu computador e trabalhar. O mais incrível nesse modelo é o networking que rola entre o pessoal que trabalha lá... Você pode estar trabalhando de um futuro parceiro de trabalho, de um fornecedor. A troca de ideias é incrível e as possibilidade de negócio que geram também.

G.C: O que é o movimento coworking?

Renata Nizer: É uma nova maneira de trabalhar. Você divide um espaço físico com profissionais de diferentes áreas, em ambientes planejados para pequenas empresas ou autônomos que querem trabalhar em um local adequado. É uma tendência mundial, que permite compartilhar networking, experiências e está alterando para sempre a forma que pequenas empresas, profissionais, freelancers, professores e autônomos se relacionam entre si, com seus fornecedores e clientes.

G.C: Qual tipo de trabalhos encontramos na Cabana?

Renata Nizer: A Cabana tem por premissa, além de reunir profissionais variados, promover cursos, workshops e eventos que venham atender a essa público que busca diferentes alternativas. Eventos de área de marketing, empreendedorismo, oficinas e eventos culturais rolam sempre por aqui. O Brechó Cultural é um deles.

G.C: O Brechó Cultural tem chamado atenção dos guarapuavanos, qual a intenção dele?

Renata Nizer: O Brechó Cultural surgiu com a ideia de reunir profissionais que produzam trabalhos culturais ou artesanais da cidade, para exporem seus trabalhos. Livros, quadros, vinis, bolsas, desenhos, quadrinhos etc. Nas três edições que fizemos o Brechó tivemos muita coisa bacana. O pessoal pode vender ou trocar seus objetos. E sempre há um bate-papo com que produz alguma coisa bacana na cidade, como um blog de leituras, um ateliê de costura, escritores, professores.

G.C: Como surgiu a ideia de elaborar esse projeto?

Renata Nizer: Participamos de um evento parecido no coworking que trabalhávamos em São Paulo, o HUB. A ideia surgiu de lá e pensamos: por que não tentamos em Guarapuava? E o pessoal tem participado bem, o que nos motiva a fazer mais.

G.C: Todas as pessoas que possuem roupas e objetos bacanas para doarem podem participar do Brechó?

Renata Nizer: Sim, o evento é aberto para qualquer pessoa que se identifique com a proposta do evento. Tem gente que traz quitutes deliciosos, tem muitos objetos artesanais, livros, quadros, vinil, roupas, enfim, não há muita limitação. A ideia é que seja bem variado, estilo de uma feirinha mesmo.

G.C: Há quanto tempo está rolando o Brechó Cultural ? Ele possui um lugar fixo para acontecer?

Renata Nizer: Tivemos uma edição em novembro, uma em dezembro e esse ano aconteceu em abril. Como é uma iniciativa da Cabana, o local fixo é sempre lá.


E aí, ficou interessado? Entra na página da Cabana e saiba  ainda mais sobre o espaço: https://www.facebook.com/CabanaCoworking?fref=ts







Por: Amanda Basto Maciel
Foto: Facebook Cabana

15.6.15

Jurassic World conquista a maior bilheteria de estreia da história




O tão esperado Mundo dos Dinossauros conquistou, no último final de semana, o record de bilheteria nos EUA. 

Dados levantados pelo site Adoro Cinema apontam que, pela primeira vez na história, um filme ultrapassou a marca de meio bilhão de dólares no mundo: US$511.8 milhões. Em terras internacionais o recorde é também histórico, US$307.2 milhões, sendo os outros US$204.6 milhões apenas nos Estados Unidos – segunda maior de todos os tempos.

Sendo assim o destruidor Jurassic World tornou-se o rei de bilheteria dos cinemas dos Estados Unidos com uma arrecadação total de US$262 milhões, superando a marca anterior de US$259.9 milhões, alcançada por nada mais nada menos que Avatar, de James Cameron.


E você, já entrou em contato com esse mundo dos dinossauros?  




Por: Amanda Bastos Maciel

27.5.15

Circuito Cultural Sesi apresenta espetáculo inspirado na obra do escritor britânico William Shakespeare


Foi dada a largada para o Circuito Cultural Sesi 2015 e, para inaugurar o evento, nada mais nada menos que o espetáculo Dona MacBeth. A peça foi inspirada em William Shakespeare que apresentou sentimentos de solidão, sobrevivência e busca ao poder quando criou Lady MacBeth.

Além da inspiração em Shakespeare, o roteiro surgiu através da observação sobre a tragédia Humana do cotidiano. “As questões na obra de Shakespeare são humanas e sempre contemporâneas, nos provocam a refletir, percebendo que a vida pode ser um simples viver, e até mesmo uma grande tragédia”, explica Bia Reiner, produtora do espetáculo.

Dona MacBeth é uma produção da Cia. Nossa Senhora do Teatro Contemporâneo, com direção e roteiro de Rafael Camargo. O dramaturgo paranaense aborda os sentimentos mais profundos do ser humano através de quatro atores vestidos de forma indefinida, e que apresentam emoções desvendando as neuroses e fracassos do homem.

E aí? ficou curioso? Então anota na agenda o dia e horário para não perder o evento!

Circuito Cultural Sesi - Dona MacBeth
Data: 29 de maio
Horário: 20h
Local: Anfiteatro - Sindicato Rural de Guarapuava
Rua Afonso Botelho,58 - Jardim Trianon
Guarapuava-PR
Informações: (42) 3621-3823
Ingressos: gratuitos
Classificação indicativa: 16 anos


19.5.15

Olhar Paraná

Com o objetivo de apresentar, valorizar e registrar a atual produção de artes visuais do nosso estado, a exposição Olhar Paraná iniciou no dia primeiro de maio e seguirá até 23, no Hall de Entrada do Sesc Guarapuava.

Artistas da nossa região estão nos holofotes, porém, há participantes de outros estados brasileiros e, até mesmo, de outros países valorizando ainda mais a exposição. “Contemplando a produção de caráter clássico, moderno e contemporâneo, o projeto apresenta - de forma analítica e sistemática - obras do interior e da capital, de artistas consagrados e também da nova geração”, informa o portal oficial da exposição.

Ações educativas também estão no cronograma: palestras, presença de artistas e estudiosos para um encontro com os guarapuavanos presentes, assim como uma diversidade de cursos e visitas mediadas para escolas, comerciários e para o público em geral. Todas as participações são gratuitas!



Horário de visita: das 8h às 22h

30.4.15

Greve continua por tempo indeterminado na Unicentro



Mais de 500 docentes estiveram presentes

Na tarde desta quinta-feira (30) os professores da Unicentro, nos campi de Guarapuava e Irati, aprovaram a continuidade da greve em uma assembleia que reuniu mais de 500 docentes, a suspensão do calendário universitário já foi aprovada e será encaminhada para os conselhos.

Atos para o esclarecimento dos motivos sobre a continuidade da paralização serão feitos, assim a comunidade poderá estar informada sobre o assunto. Porém os principais motivos já foram divulgados: os atos de violência comandados pelo Governo do Estado contra os professores e a aprovação do Projeto do Paraná Previdência.


Segundo o site Central Cultura ambas as assembleias aprovaram por unanimidade que vão solicitar aos conselhos universitários que aprovem uma moção de persona non grata aos três deputados guarapuavanos que foram favoráveis ao projeto da previdência. Segundo os docentes, os deputados Artagão de Mattos Leão Junior (PMDB), Bernardo Ribas Carli (PSDB) e Cristina Silvestri (PPS) votaram contra os servidores paranaenses e merecem o repúdio dos educadores. 


Foto: Central Cultura

29.4.15

Mais de 107 feridos em confronto entre a tropa de choque e professores


"Há pouco os(as) deputados(as) acabaram de aprovar as emendas acrescentadas ao PL 252/2015, que mexe na Paraná Previdência. No cômputo foram 31 votos favoráveis ao parecer da CCJ, e 19 contrários. E, infelizmente, proposta será votada hoje". 

Corpo de Bombeiros não confirmou nenhum óbito. Há sim, feridos(as) graves. 




Até as 17 horas de hoje, foi contabilizado 107 educadores(as) feridos(as)

Funcionários(as) da Prefeitura ajudam no socorro aos(às) feridos(as)



O governador Beto Richa deve conceder uma entrevista coletiva daqui a pouco no Chapé do Pensador.



Fonte: APP Sindicato
Fotos:Everson Bressan/SMCS

14.4.15

Exposição em homenagem ao dia do Índio é realizada em Guarapuava


Fotografias expostas no evento

Em comemoração ao dia do índio, o Centro de Artes Iracema Trinco, está sediando a exposição intitulada “Olhar diferente para entender mais”, evento que busca valorizar a cultura indígena.

Na exposição, realizada através de uma parceria entre o Departamento de Cultura de Guarapuava, a Associação de Cooperação Técnica para o Desenvolvimento Humano e o Serviço Voluntário Europeu, os visitantes podem apreciar peças artesanais feitas pelos índios. Em destaque estão objetos como balaios, roupas, artesanatos, fotografias, desenhos de artesãos e jovens da Rede Solidária Papyguá, assim como arcos e flechas.


A exposição seguirá até o dia 17 e pode ser visitada das 8h às 12h e das 13h às 17h30, de segunda à sexta-feira. Para o grupos de estudantes interessado em comparecer é preciso  realizar um agendamento pelo telefone (42) 3623-1306. O Centro de Artes fica na rua Marechal Floriano Peixoto, 1399, ao lado da Catedral


Objetos feitos de barro

Exposição fotográfica 

Roupas e acessórios usados pelos índios
Balaios e peneiras


Texto: Amanda Bastos Maciel
Fotos: Prefeitura de Guarapuava

8.4.15

Sábados Literários: uma apoteose lusitana



Em sua terceira edição, o projeto Sábados Literários está de volta. Uma ideia que só virou realidade devido a parceira entre a Unicentro, Prefeitura Municipal de Irati,  ALACs e Fundação Denise Stoklos;  ambos buscando incentivar o gosto pelo texto literário, abraçaram a causa que reúne, em Irati, um público admirador de obras literárias e palestrastes renomados.

A abertura do evento, realizado dia 28 de março, teve um público estimado em 80 pessoas e contou com a presença do  Prof. Dr. Francisco Maciel Silveira, membro titular da Cadeira de Literatura Portuguesa da Universidade de São Paulo, que ministrou uma palestra sobre o escritor Fernando Pessoa. “O professor trouxe à baila a produção poética de Alberto Caieiro, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Bernardo Soares. Disse, ainda, aos presentes, que quem não conhece a obra de pessoa(s) deve começar pelo Álvaro de Campos. Afirmou que Pessoa foi o louco mais genial da literatura portuguesa e até hoje os estudiosos tentam entender quem foi o tal Fernando Pessoa”, afirma o professor e organizador do evento, Edson Santos.

Segundo os organizadores, os participantes se propõem a discutir, a partir de um viés literário e histórico, a literatura a partir de obras canônicas da literatura universal. Nesse sentido as palestras oferecerem aos participantes a possibilidade de contato com obras que marcaram a humanidade.

No ano anterior o projeto priorizou obras da Literatura Ocidental, agora, os organizadores estão buscando dar maior visibilidade à Literatura Portuguesa.  Sendo assim, pretendem inserir nos eventos tudo o que consideram verdadeiramente essencial na História da Literatura Portuguesa.

 O evento ocorrerá uma vez por mês no Bosque da Leitura,  na Rua Alfredo Bufren, nº 334. Centro – Irati/PR, sempre das 14h às 17h.


Programação:

Francisco Maciel Silveira e Edson Santos

Prof. Dr. Francisco Maciel Siveira (USP)
28 DE MARÇO - FERNANDO PESSOA

18 DE ABRIL - CAMÕES
Profa. Dra. Clarice Zamonaro (UEM)

30 DE MAIO - ANTERO DE QUENTAL
Profa. Dra. Nathália Ferreira Thimoteo (Unicentro)

20 DE JUNHO - JOSÉ SARAMAGO
Profa. Dra. Marlise Vaz Bridi (USP)
 
 29 DE AGOSTO - FLORBELA ESPANCA
 Profa. Dra. Maria Lúcia Dal Farra (UFS)

 26 DE SETEMBRO – ANTÓNIO GEDEÃO
 Saulo Gomes Thimóteo (UFSS)

 31 DE OUTUBRO - CAMILO CASTELO BRANCO
 Profa. Dra. Flávia Maria Corradin (USP)


 Texto: Amanda Bastos Maciel


 
| Design by Free WordPress Themes and Kurpias| Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes and Kurpias |